Ele está presente em mais de 90% dos pratos em todo o mundo (e até em algumas sobremesas). É o maior vilão da saúde entre os condimentos, responsável por contribuir para doenças cardiovasculares e aumento da pressão arterial. No entanto, também é indispensável nas cozinhas de todo o mundo, agregando sabor e realçando os alimentos. Estamos falando dele:

tipos de sal

O Sal.


A busca cada vez maior pela saúde coloca o sal como vilão, devido a quantidade de sódio em sua composição. Por isso, hoje em dia, pode-se encontrar diversos tipos do produto nas gôndolas de supermercados a fim de encontrar substituições mais saudáveis do composto químico.

Apesar de todos os tipos de sal possuírem sódio, vale a pena conhecer e pesquisar!


REFINADO

Ou “sal de cozinha”. E extraído da água do mar por meio de um processo de evaporação e, depois, refinado. Formado por cloreto de sódio (mistura de cloro e sódio), ele é muito usado no dia a dia como condimento, realçando o sabor dos alimentos, e também como conservante. De acordo com a legislação brasileira, é obrigatório incluir iodo ao sal. A medida tem como objetivo evitar que a população apresente deficiência desse mineral, responsável por prevenir problemas como bócio e cáries. Em 1g há 400mg de sódio.

 

os tipos de salGROSSO

Trata-se do produto bruto da cristalização da salmoura concentrada vinda da água do mar. Ao contrário do sal comum, ele só passa pelo processo de extração, ou seja, não é refinado. Por isso, seus grãos são grandes e disformes. Ele pode ser moído ou utilizado em cristais mesmo (neste caso, é muito requisitado para temperar carnes para churrasco). A composição química do sal grosso é a mesma do sal comum. Em 1g de sal grosso há 400mg de sódio.

 

LIGHT

Comparado ao sal comum, tem menor teor de sódio, já que e composto por 50% de cloreto de sódio e 50% de cloreto de potássio. Não é indicado para quem deseja emagrecer, e sim àqueles que têm restrição em relação ao consumo de sódio (como indivíduos com pressão alta). Também não é uma boa pedida para pessoas com problemas nos rins, já que o aumento da ingestão de potássio pode causar um acúmulo do mineral no organismo. De gosto mais amargo, pode ser utilizado da mesma forma que o sal comum. Em 1g de sal light há 197mg de sódio.

 

HAVAIANO

Essa variedade de sal não é refinada e tem uma coloração avermelhada por causa da presença de uma argila havaiana chamada Alaea, rica em dióxido de ferro. De sabor suave, tem quase a mesma quantidade de sódio encontrada no sal comum. Em 1g de sal Havaiano há 390mg de sódio.

 

tipos de sal rosaSAL ROSA DO HIMALAIA

Está localizado aos pés do Himalaia, região que há milhões de anos foi banhada pelo mar. Considerado o mais antigo e puro dos sais marinhos, fica depositado a centenas de metros de profundidade. Tem quase metade de sódio encontrado no sal comum e é muito rico em minerais (são mais de 80), tais como cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro. Por causa desses compostos, os cristais ganham um tom rosado e um sabor com toque metálico agradável e suave. Em 1g de sal Rosa do Himalaia há 230mg de sódio.

 

FLOR DE SAL

São os pequenos cristais retirados na camada mais superficial das salinas. Translúcidos, os grãos são conhecidos por conferir uma textura crocante às preparações. Essa variedade contém muito sódio, mas também carrega magnésio, iodo e potássio. Em 1g de Flor de Sal há 450mg de sódio.

 

NEGRO

Não é refinado e é procedente da Índia. Por conta de compostos de enxofre presentes em sua composição tem um forte sabor sulfuroso. A cor cinza rosada evidencia sua origem vulcânica. Além de compostos sulfurosos, o sal negro é formado por cloreto de sódio, cloreto de potássio e ferro. Em 1g de sal negro há 380mg de sódio.

 

DEFUMADO

O francês é produzido com cristais de flor de sal. Os sais são defumados lentamente, em fumaça fria resultante da queima de ripas de barris de carvalho usados no envelhecimento de vinho Chardonnay. Já o dinamarquês é feito segundo a tradição Viking. Isto é: após a evaporação da água do mar, o sal é seco em recipiente aberto sobre fogueira fumacenta feita com galhos de madeiras aromáticas, como carvalho e cerejeira. Há ainda sais defumados de outros países, produzidos por defumação comum em fumeiros com madeiras. Em 1g de sal defumado há 395mg de sódio.

 

ROSA DO PERU

Tem como origem um oceano muito antigo que secou e ficou preso nos subterrâneos das montanhas no Vale Sagrado dos Incas. É colhido manualmente, tem um índice de umidade elevado, sua coloração é rosa clara e o sabor, forte. Quando comparado aos outros tipos de sal, é o que apresenta um dos menores teores de sódio. Em 1g de sal Rosa do Peru há 250mg de sódio.

 

variedades sal