cerveja


Uma cervejaria artesanal é: Uma grande cervejaria é:
Pequena – Produção anual de até 6 milhões de barris (aprox. 7,1 Hectolitros). Este valor corresponde a aproximadamente 3% das vendas anuais nos EUA. A produção de cerveja está sujeita às regras da “propriedade alternada” (produção terceirizada). Imensa – 4 grupos detém 98,8% do mercado cervejeiro brasileiro, que é o 3º maior produtor do mundo (100 milhões de Hectolitros produzidos em 2010). O market share de todas as microcervejarias juntas ainda não chega a 1%. O restante do market share é detido pelas chamadas médias cervejarias.
Independente – No máximo 25% da cervejaria é propriedade de ou controlada por um membro da indústria de bebidas alcoólicas que não se caracterize também como cervejaria artesanal. Corporativa – As grandes cervejarias fazem parte de grupos, geralmente multinacionais.
Tradicional – As cervejas produzidas tem a maioria ou totalidade do seu teor alcoólico derivado da fermentação de ingredientes tradicionais [cevada, trigo, centeio, aveia] ou inovadores [frutas, ervas e especiarias]. Industrial – As cervejas são produzidas com insumos cervejeiros como milho e arroz, além de aditivos químicos como corantes, conservantes e estabilizantes.

cervejaA cerveja…

Melhora o Sistema Imunológico: Segundo artigos há cada vez mais evidências conectando os benefícios para a saúde relacionados com o consumo moderado de bebidas alcoólicas ricas em polifenóis, como cerveja ou vinho.

Faz bem para os ossos: A cerveja é uma importante fonte de silício, um ingrediente essencial na dieta e que ajuda a melhorar a densidade mineral óssea. A cerveja aparece como um grande contribuinte para a quantidade de silício em uma dieta.cerveja

Evita cálculo renal: Segundo estudos, a cerveja está “inversamente associada ao risco de pedras nos rins”.

Previne o desenvolvimento de Alzheimer: Foi constatado que pessoas que consumiram cerveja, vinho e destilados com moderação eram 23% menos propensas a desenvolver o Mal de Alzheimer ou outros tipos de demência do que aqueles que não ingeriam álcool.


Curiosidadescerveja

  • Na Idade Média, consumia-se mais cerveja que água: a qualidade da água não era muito confiável. Portanto, como o álcool presente na cerveja matava muitas das impurezas, em muitas regiões bebia-se mais cerveja do que água.
  • A importância dada à cerveja na antiga Suméria era tanta que havia até mesmo uma deusa para a bebida – Ninkasi.
  • Estatísticas indicam que, a qualquer momento, 0,7% da população mundial está bêbada, o que resulta em aproximadamente 50 milhões de pessoas.
  • A cerveja mais forte do mundo tem 67,5% de álcool e chama-se Snake Venom. A garrafa com 275 ml sai por 50 libras.
  • E mesmo com todo esse conteúdo em álcool, a Snake Venom não chega nem perto de figurar entre as mais caras do mundo. Quem ganha essa é a Antarctic Nail Ale, uma iguaria produzida pela cervejaria australiana de Perth, a Nail Ale, e que num leilão uma única garrafa da bebida foi vendida por 800 dólares. A água utilizada na fabricação era proveniente das geleiras da Antártida.
  • A cervejaria mais antiga – e que ainda funciona – encontra-se no sul da Alemanha e atende pelo nome Weihenstephan. Com mais de mil anos de existência fazia parte de um monastério, onde os monges produziam cerveja. Hoje o local pertence ao estado.
  • Pior que descongelar e coloca-la novamente no freezer, o que realmente estraga a cerveja é a luz. O lúpulo é sensível à luz.

               Huddies Loja Online: http://www.huddies.com.br/